domingo, 22 de novembro de 2009

O Tempo

Adriana Carvalho 2009 (preparando-se para 2010...)
Deixo os versos que escrevi,
As cantigas que cantei,
Cinco ou seis coisas que eu sei
E um milhão que eu esqueci.
Deixo este mundo daqui,
Selva com lei de cassino;
Vou renascer num menino,
Num país além do mar...
Licença, que eu vou rodar
No carrossel do destino.
Enquanto eu puder viver
Tudo o que o coração sente,
O tempo estará presente
Passando sem resistir.
Na hora que eu for partir
Para as nuvens do divino,
Que a viola seja o sino
Tocando pra me guiar...
Licença,que eu vou rodar
No carrossel do destino.
Romances e epopéias
Me pedindo pra brotar
E eu tangendo devagar
A boiada das idéias.
Sempre em busca das colméias
Onde brota o mel mais fino,
E um só verso, pequenino,
Mas que mereça ficar...
Licença, que eu vou rodar
No carrossel do destino.
*
Poema Carrossel do Destino de Antônio Nóbrega, encontrado na página de Mário Pirata.

7 comentários:

Graça Carpes disse...

Adriana, adorei sua "arte voadeira".
)

a.mar disse...

É MUITO LINDO, O TEU TEMPO!!!

F O W L disse...

que imagem linda!

é o fundo de tela do meu pc! :D

Emanuel disse...

Adeus ano velho... Feliz ano novo...
Ou seria...
Adeus Aeon velho... Feliz Aeon novo... =)
Bjo!!!

Cris Tarcia disse...

Olá!

Estou conhecendo o seu blog, adorei os textos, realmente o mundo necessita de pessoas gentis, gentos carinhosos, amor no coração. O tempo esta ai, tudo passa mas deixa marcas na nossa história, levamos para outras vidas.
Adorei o seu cantinho

Beijos

Adriana Carvalho disse...

Hehehe...Seja Ano, Aeon, Era ou Tempo o fato é que - como dizia Cazuza - "o tempo não pára". Este é um fragmento para uma ilustração de um poema de meu amigo e poeta Heitor Humberto de Andrade, "Para Onde?"

"O tempo está correndo celeramente (...) para onde ele está indo? E nós estamos dentro dele..."

Só para refletir!

Obrigada à todos!!!

a.mar disse...

Olá, Adriana!
Encontrei aquele haiku aqui:
http://keidokyoto.wordpress.com/

E aqui há uns tantos dele e de outros escritores:
http://lugardaspalavras.no.sapo.pt/poesia/haiku.htm

E encontram-se em blogs dedicados ao Budismo e principalmente ao Zen.

Outro que eu gosto muito:
"Ao sol da manhã
uma gota de orvalho
precioso diamante.M.B."

A simplicidade e a universalidade.

Beijinhos